Sejam bem-vindos(as) ao meu novo site!

Ele é resultado de uma grande "faxina" que fiz na minha vida, no meu jeito de ser, de pensar, na minha casa (corpo e espírito)...

Foi preciso mudar algumas coisas de lugar, arrastar daqui, jogar fora dali, esvaziar as gavetas...
No final, "a casa" ficou mais leve, nova e feliz!

No meio disso tudo, eu precisei de muita coragem e força de vontade para sair da minha zona de conforto, abandonar antigos hábitos, um emprego que me deixava infeliz, a obesidade, depressão e buscar outras coisas...

Quero muito que vc venha para o meu time e para isso, você só precisa levantar daí e dar o primeiro passo...

Vem comigo!

Entrevista jornal Extra - Globo.com

13:38:00

PROFESSORA DE EDUCAÇÃO FÍSICA PERDE 37KG EM OITO MESES COM DIETA DA PROTEÍNA E EXERCÍCIO FÍSICO


Os quilos a mais adquiridos na segunda gestação, somados à disfunção hormonal e a problemas pessoais fizeram com que Mylla Correia passasse dos habituais 67kg para 103kg, o que para uma mulher de 1,64m significava quase uma obesidade mórbida. Com o sobrepeso, outros incômodos apareceram, como síndrome do ovário policístico, depressão, um quadro de pré-diabetes e refluxo. Mas foi justamente uma cirurgia no esôfago para melhorar este último problema que deu o impulso para a professora de Educação Física mudar. Ela aproveitou a perda de peso, por causa da dieta do pós-operatório, iniciou uma dieta da proteína, dedicou-se aos exercícios e, depois de oito meses, descobriu-se 37kg mais magra.


— Esse foi o maior peso que eu tive na minha vida. Percebi que ou eu mudava ou ficaria diabética de vez. Aproveitei que estava fazendo a dieta líquida e comecei a cuidar da minha alimentação. Decidi que a partir daquele momento eu iria prestar mais atenção em mim. Me conscientizei de que a gente não vive para comer — lembra a mineira, que chegou a dar aula para crianças, que reparavam que ela estava acima do peso: — Eu falava para elas: ‘Se não fizer o que eu estou falando, vocês vão ficar igual à tia’.


Um mês após a operação, que foi feita em setembro de 2014, e 12kg a menos, Mylla voltou a consumir alimentos sólidos. Seguindo a dieta Dukan, que é dividida em quatro partes, ela iniciou com uma fase só de proteína e farelo de aveia.
— Depois, eu passei a inserir alguns vegetais e verduras às minhas refeições, mas tudo em uma quantidade específica. Na fase seguinte, eu já pude comer algumas frutas e grãos. E, agora, estou na estabilização. Na verdade, como estou querendo definir mais o corpo, estou fazendo uma dieta mais específica de body building, restringindo bem as besteiras, para ganhar massa magra — explica a mineira, que se inspira em Bella Falconi e Juju Salimeni.

Por ser professora de Educação Física, não foi muito difícil para ela começar a se exercitar. O que não quer dizer que foi fácil. Após ter colocado uma tela para corrigir uma hérnia de abdominal, Mylla não pode fazer atividades muito rigorosas:

— Comecei caminhando na esteira de 30 a 40 minutos diariamente. Depois, o médico me liberou para dar trotes leves e agora já posso fazer musculação, mas com restrição abdominal e sem agachamento com muito peso. Quando estava no meio do processo de emagrecimento, cheguei a fazer 30 minutos de corrida em jejum pela manhã e musculação e funcional à noite. Atualmente , só me exercito no fim do dia. Foi assim que cheguei aos atuais 66kg.
Feliz por ter recuperado a saúde e com o que vê no espelho, ela reconhece que o mais difícil foi controlar o emocional, por ser muito ansiosa.

— Além disso, quando se está de dieta, você sempre acha alguém para te criticar. Eu levo meu lanche para a escola. Se era Dia do Professor e tinha bolo, algumas colegas passavam a cobertura no rosto e falavam: “Me prova. Vai ficar na gelatina?”. E eu resistia, apesar de confessar que tive recaídas. Hoje em dia a minha relação com a comida é outra. Consigo chegar em qualquer lugar, dizer não para algo e não ficar me martirizando. E aprendi a fazer substituições — diz Mylla, que mudou do manequim 52 para o 38: — Quando você se olha e vê que as roupas estão servindo, caindo bem, que está se sentindo mais bonita e as outras pessoas também estão te elogiando mais, isso te dá um gás na autoestima.
Instagram-ExtraMylla Correia é a personagem da semana do Projeto Toda Extra, no Instagram (@TodaExtra). Ela foi escolhida porque usou a hashtag #projetotodaextra em seus posts de antes e depois. As leitoras que têm histórias de emagrecimento, sem cirurgias e remédios, também podem ter suas trajetórias contadas no Extra Online. Para isso, devem fazer como Mylla e usar a hashtag #projetotodaextra. No Instagram da Toda Extra, há dicas de moda, beleza, boa forma e comportamento.
Instagram-Extra
Clique aqui e veja a matéria no site globo.com


Snapchat: myllacorreia - Facebook - Youtube - Instagram

You Might Also Like

2 comentários

  1. Nossa parabens.
    Do 52 para o 38, deve ter sido bem,dificil ne, tda dieta eh dificil, e as tentaçoes, sao tantas..
    Qe luta, e qe garra. Isso sim eh um exemplo, aplausos professora!!! Rs
    :))
    Tbm qero rsrs

    ResponderExcluir

Comenta aí!

.

Acompanhe pelo Snapchat

Siga-me no Facebook